sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Preâmbulo

Cá estou, sem saber direito o que dizer e escrever - mas é que na minha cabeça já circulam milhões de presságios sem respostas. Aliás, são mesmo respostas o que eu procuro? Então tenho um problema ainda maior: não sei quais são as perguntas que tenho que fazer para encontrar as respostas que eu tanto quero.
Ah, de volta à primeira frase, onde eu dizia que não sabia o que queria escrever. Assim fica difícil, né? No entanto, a verdade é que eu sei sobre o que eu quero escrever, mas é que isso é algo que se tornou tão clichê e constante que chega até a me dar náuseas. Sério mesmo.
Enfim, já fazem algumas semanas que venho pensando em tudo o que tenho vivenciado nestes últimos meses, foi quando parei e pensei - aliás, na verdade não foi bem um pensamento, foi como uma choque de raciocínio - e percebi que estava tudo errado. Errado? Não. As coisas só não estavam caminhando para onde eu queria que elas fossem e isso não é nada legal. Hun, pensando bem... Sim, as coisas estavam erradas.
Você passa a vida inteira planejando e projetando o seu futuro e quando esse futuro se torna o seu presente, fica difícil de assimilar que não é bem aquilo que você imaginava, não era aquilo que você queria. E isso é triste, porque não há nada a fazer, a não ser aceitar. Aceitar? Claro, falar é muito fácil, mas queria só ver a primeira pessoa que o fizer e dizer que está 100% satisfeito com a situação. Cá entre nós: é difícil se contentar com todas as coisas dessa vida - mas penso que não é impossível.
É ruim quando você sonha, faz planos, acredita e no final, restam apenas esperanças, porque tudo o que você vive agora é um grande desastre: não era o que você sonhava. Pelo menos ainda restam alguns poucos sonhos e creio que são estes que nos fortalecem a cada dia mais e mais e nos levam a acreditar que um dia toda essa situação mudará.
É essa fé em acreditar em si mesmo(a) que te move e te faz caminhar olhando para frente, mesmo quando você quer olhar para trás. Você tem que esquecer o que passou e o que você não conseguiu alcançar, porque o mais importante está por vir.
Afinal, agora você já sabe como as coisas funcionaram, certo? Então, agora, fica mais fácil de você saber "encaixar" os seus sonhos na sua realidade - mas esse já é assunto para outro post.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...