quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Falando com a Lua


Eu sei que você está em algum lugar lá fora,
Em algum lugar distante,
Eu quero você de volta...
Eu quero você de volta...
Meus vizinhos pensam que eu sou louco,
Mas eles não entendem.
Você é tudo que tenho...
Você é tudo que tenho...
À noite, quando as estrelas
Iluminam o meu quarto
Me sento sozinho 
Conversando com a lua,
Tente chegar até você,
Na esperança de que você esteja do outro lado
Falando comigo também
Ou eu sou um tolo,
Que se senta sozinho
Conversando com a lua.
Estou me sentindo como se eu fosse famoso,
A conversa da cidade
 diz que eu estou louco,
Sim, eu já estou enlouquecido.
Mas eles não sabem,
O que eu sei,
Porque quando o Sol se põe,
Alguém está falando de volta,
Sim, eles estão falando de volta.
À noite, quando as estrelas
Iluminam o meu quarto
Me sento sozinho 
Conversando com a lua,
Tentando chegar até você,
Na esperança de que você esteja do outro lado
Falando comigo também
Ou eu sou um tolo,
Que se senta sozinho
Conversando com a lua.
Você sempre me ouvi chamar?
Porque todas as noites
Eu estou falando com a lua,
Ainda tentando chegar até você,
Na esperança de que você esteja do outro lado
Falando comigo também.
Ou eu sou um tolo,
Que se senta sozinho
Conversando com a lua.
Eu sei que você está em algum lugar lá fora,
Em algum lugar distante...

(Bruno Mars)

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Viver, mudar, crescer...

Quando tudo o que você realmente almeja, se transforma com o passar do tempo e você percebe que seus sonhos começam a mudar com o passar do tempo, é sinal de que tudo o que vivemos vive em constante mudança - porque nós estamos em uma constante mudança. Não adianta você negar, deixe o orgulho de lado. Mudar faz parte dessa vida - mesmo quando nós não queremos que essa mudança aconteça. Mas e quando a gente quer que essa mudança aconteça? Aí ficou fácil, né? Eu não acho. Você já notou que as coisas não acontecem da forma que a gente quer? Eu sei que isso é um fato, rs, tô só descontraindo um pouco.
Enfim, as mudanças que queremos podem acontecer, mas as consequências não são bem as que esperávamos. É como aquele vestido que você queria comprar e, ao chegar na loja, não tinha da cor que você queria, você escolhe outra cor e o compra mesmo assim; ou quando você está na lanchonete e pede um suco de laranja, mas só tem de maracujá ou de abacaxi, você escolhe outro sabor, mas ainda assim está bebendo o suco. O que eu quero dizer é: não importa como, porém, aquilo pelo qual você ansiava aconteceu, não importa se foi um vestido de cor diferente, ou um suco de sabor diferente, mas você comprou. Mesmo fugindo da sua atual vontade e gosto pelo o que quer, você acaba gostando do que escolhe para substituir. Nem sempre, mas na maioria das vezes. Ok, essa sim é uma grande mentira, pelo menos comigo, porque quando eu quero uma coisa é aquele e ponto final, nenhuma outra pode substituir! E é esse o erro: nunca me contento com nada. Ah, de volta à estaca zero...
E isso de se contentar com o que tem, realmente existe? Há alguma prova de que isso é verdade? Duvido. Estamos sempre descontentes com a nossa vida, tentamos nos matar durante essa longa caminhada, tentamos fugir, mas nada adianta. A vida continua. Não a mesma, entretanto, continua. E que se pode fazer para mudá-la? Ainda não descobri e duvido que alguém saiba a resposta. É algo indecifrável ao qual estamos destinados. Eis a vida, eis o nosso destino.
Não temos escolha quanto ao destino, temos? Mas e quanto a escolher o nosso caminho, daí não existiria o destino, existiria? Creio que essas perguntas confundem mais do que as respostas, simplesmente pelo fato de não sabermos as respectivas respostas. Engraçado, não? Não.
Era tão fácil quado tudo o que tínhamos a fazer era ir para a escola, hoje enfrentar o "mundão lá fora" é tão mais complicado... crescer é complicado. Não aceitamos o que acontece ao nosso arredor, queremos mandar em tudo e não queremos ser mandados, pensamos que sabemos tudo e não sabemos de nada.
É difícil aceitar essa vida. É difícil crescer e aceitar o que está acontecendo: nossa vida está mudando para aprendermos a vive-la.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

De amor próprio e mentiras

As coisas não são tão fáceis quanto parecem ou, pelo menos, quanto nós queríamos que fossem. É difícil ter que admitir quando estamos errados, pior ainda se tivermos que pedir desculpas - o orgulho não deixa. Dói aqui dentro, bem lá no fundo, porque na verdade sabemos a realidade que estamos ocultando: o fracasso. É como se faltasse... amor. Não esse tipo de amor que se compra com um buquê de flores, eu estou falando de amor próprio. Amar e/ou ser amado pode até ser fácil (ou difícil, depende da pessoa), todavia, acredito que amar a si próprio é muito mais difícil e cruel.
Desde criança, aprendemos que devemos respeitar as pessoas, mas será que aprendemos a respeitar a nós mesmos? Não precisamos aprender a amar alguém, quando percebemos já estamos apaixonados. E conosco, é assim tão fácil nos apaixonarmos por nós mesmos?, amar quem somos e nos autorespeitar por quem realmente somos?
A falsidade é a consequência da mentira, começa com um gole e de repente você está embriagado por esse sentimento de inutilidade, rodeado pelo ódio. Nada de bom vem com isso. Você não afeta somente a si próprio, afeta também quem está ao seu redor, não preciso nem dizer... É um vício sem fim, um buraco negro que suga tudo o que você tinha de mais importante: sua vida. 
Quando nos amamos de verdade, não permitimos tais coisas de acontecerem, mas quando tudo o que enxergamos é encoberto pelo orgulho, só enxergamos o que queremos. E o amor, bem, ele se transforma em ódio e você se perde e, consequentemente, perde tudo... E agora, o que fazer?
Onde está aquele amor que nasce dentro de nós, aquele que é para ser usado de forma sábia para com quem amamos? O amor próprio!
Se você não tem a capacidade de se autoamar,  você não tem o direito (capacidade pode até ser, mas não o direito!) de amar alguém. 
Porque esse amor certamente é falso, assim como o monstro que você se torna ao entrar nesse mundo de mentiras...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...