terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Se vontade fosse sonho, os desejos voariam...


Talvez, se ele nunca tivesse voltado, eu ainda estaria lá. Mas, como ele voltou, as coisas simplesmente continuaram seguindo o seu rumo - tudo, menos eu...
Talvez, eu jamais tivesse perdido a minha inocência de criança aos nove anos de idade ao descobrir que o mundo não é um parque, com roda gigante que brilha na imensidão do céu e que existem pessoas capazes de fazer de tudo por dinheiro e drogas. Logo, você se acostuma a sobreviver em lugar em que é necessário ignorar as coisas ruins à sua volta. 
Talvez, eu nunca teria me iludido com um falso amor aos 15 anos de idade e não teria partido o meu coração aos 16. E eu não teria conhecido as pessoas que eu conheço hoje, inclusive o meu namorado.
Talvez eu teria amadurecido mais rápido, pois não teria crianças à minha volta, mas não me arrependo. Melhor do que ficar agarrando aqueles moleques nojentos como as minhas "amigas" faziam.
Talvez, eu teria seguido o meu caminho e me tornado mais uma rockeira egocêntrica no mundo. Acho que eu teria uma vida totalmente diferente da que eu tenho hoje e talvez fosse melhor assim.
E eu sei que, um dia, eu olharei para trás e verei que nem mesmo os meus desejos são melhores do que a vida que eu tenho, porque é a realidade que importa, mesmo com os sonhos que me aguardam. 
Entretanto, esses desejos são apenas desejos...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...