quinta-feira, 22 de abril de 2010

Feminismo - Parte II: Fora a vulgaridade!


De todas as coisas na vida, a mais difícil é entender o que se passa na cabeça de algumas pessoas, principalmente de algumas garotas e/ou mulheres. Não que eu seja uma Madre Tereza, mas eu sei muito bem me dar valor, eu não sou esse tipo de garota. Se você é, continue lendo e reveja seus conceitos!
Idiotice? Talvez. Eu não acho!


Bem, não estou aqui para falar de mim (não desta vez!), estou aqui apenas para dizer o que eu acho sobre essas vulgares que tornam suas vidas medíocres, quando param de viver para elas mesmas e passam a viver pelos homens, justamente.
Hoje em dia, virou moda usar calça jeans mostrando o ‘cofrinho’ e blusinhas curtíssimas que serviriam numa criança de 5 anos. Sem contar esse negócio de ir para as baladas e sair por aí se “esfregando” como se fossem cachorros com sarna.
Mas o que é isso? O que aconteceu com a mulher? O valor que tínhamos há 10 anos, já está extinto! Tudo por causa destas bruacas que sujam nossa imagem. Isso sempre existiu? Mas agora está pior, não está?
Descobri que sou uma feminista nata e estou vendo que esse post está com cara de “blogueira-feminista-maluca-e-talvez-chata”, maaaas... Lembra que a vida é o que você faz dela? As suas atitudes abrirão as portas para mostrar os caminhos que você criou. Então, pense bem naquilo que você faz.



Eu sei, o jeito de acabar com tudo isso, é mostrando à mulher que ela tem valor, que ela não depende de homem nenhum para ser feliz (abrindo uma exceção: Eu te amo, amor e não sei viver sem você!). Ok, confesso. Por mais feminista que eu seja (ou tente ser), sou como a maioria das mulheres: dependente do homem que amamos.
Sim, porque mesmo quando estamos acima do peso ideal, ouvindo músicas melodramáticas e assistindo filmes tristes, chorando, porque o ator principal morreu; ou até mesmo quando estamos usando aquele scarpin preto lindo, que combina com o seu vestido novo, nós precisamos do homem e ele de nós, mesmo que ele não admita o mesmo.
Tá, tudo lindo e fofo. Mas nem todas as mulheres são assim, tem as mulheres que não se dão valor – e que não permitem que isso aconteça. Se elas passassem a ter mais respeito por elas mesmas, eu hoje não estaria escrevendo esse post contra a “insanidade feminina” que invade a cabeça de algumas criaturas.

Vou ficando por aqui.

PS: Mulheres pensem nisso!

4 comentários:

Davi Jr. - Next Conqueror disse...

Sabe, eu acho que a maioria das mulheres que agem assim, nem tem consciência do fazem...

A maioria, na verdade, é hospedeira de conceitos e atitudes viciadas que adquiriram ao longo de experiências mal observadas por seus responsáveis, que na maioria das vezes, tem pouco ou nenhum valor a ser passado para essas mulheres...

^^v

Wendel disse...

Pois é Mayara, se toda a feminista pensa-se como você, esse mundo seria melhor para se viver hoje. Abomino essa permissividade absoluta de hoje que só nós faz ver pessoas regredindo para seres mais primitivos e sem discricionaridade nenhuma. mas acho que tudo é uma questão de equilíbrio. A vulgar do cofrinho a mostra é a tampa da panela do homem babaca e alienado clássico de hoje, que além de babaca, é machista e não sabe dar valor a mulher inteligente, por que não tem inteligência para conseguir uma, ou capacidade para saber o que o valor de uma também. Aí sobra a periguete né? Cada caldeirão tem sua tampa. Veja por um lado, você está do lado dos homens honrados, que acham sim que a mulher tem que trabalhar e lutar para ter um lugar ao sol. E é essa combinação de homem e mulher, que faz a vida continuar. Parabéns pela iniciativa. "Um pensamento, porque não existe um dia para os 200 homens que morreram em defesa da vida de mulheres e crianças no Titanic? Porque é nossa obrigação..."

Wendel disse...

Corrigindo o erro de digitação, foram 2000. Um Abraço.

Mayara Caparroz disse...

Davi e Wandel, eu simplesmente adoro e fico louca de alegria quando vocês visitam o meu blog e, claro, mais ainda quando comentam.
Para mim, é um honra contar com as palavras de vocês aqui na TDN, as reflexões de ambos são de grande valor para mim.

Obrigada pelos comentários, meus amigos! =)

Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...